quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Tutorial de restauração rápida by Merlin (ATUALIZADO NOVAMENTE)

Palavras do autor do Tutorial: Eu criei um método de restauração rápida que eu gostaria de compartilhar. É um método que pode diminuir a frustração de muitos que tentam e não conseguem fazer boas restaurações. Não é infalível, mas funciona na maior parte das vezes. Eu anexei o arquivo pdf a esta mensagem. São três páginas. Eu uso o programa Irfanview (gratuito).O método só é compatível com o sistema Windows.

By Merlin

7 comentários:

Gizmo disse...

Viva Chesco,
Temos de facto de agradecer ao Merlin pela iniciativa!!

De qualquer maneira aplicar um conjunto de ajustes pode estragar por completo o scan.

Nao tenho nada contra o Merlin, mas desaconcelho vivamente a aplicacao de scripts a conjuntos de paginas...pois muitas vezes as paginas tem ligeiras diferencas e o que fica bem numa pagina, pode estragar completamente outra.

Alem disso, para revistas amareladas pelo tempo, e' inutil, pois precisamos sempre limpar as margens manualmente...

Tenham muito cuidado a usar este tipo de restauro, pois vao certamente danificar irremediavelmente os vossos scans...

Abcos a todos,
Gizmo

Merlin disse...

O amigo Gizmo tem razão. Se a pasta de destino das páginas restauradas for igual à pasta de origem dos scans, eles serão apagados. A solução é definir uma pasta de destino diferente. Outra possibilidade é tirar a seleção do quadro "instalar substituindo arquivo" que fica na janela de opções "avançadas"

Scan Torrente disse...

obrigado!

Merlin disse...

a melhor atitude a se tomar a respeito das pastas com scans originais é definir as pastas e os arquivos que estão dentro com a propriedade "somente leitura". Isso evita que possam ser apagadas por qualquer motivo.

Nano Falcão disse...

vou testar, mas acho interessante talvez uma união dos dois meios... criar uma pasta de destino diferente, como o merlin disse, e se não ficar satisfeito com o resultado em algumas páginas, esta resolver manualmente.

um dos maiores problemas que vejo na restauração de scans é que não existe regra absoluta, na minha opinião. depende muito do estado gibi (e da scan). até scans de revistas novas precisam de restauração por causa das falhas que aparecem na hora de digitalizar (devido a tela do scanner). mas aí tem que ser coisa mínima, afinal não seria propriamente restaurar, e sim só eliminar as "rachuras" que ficam aparecendo na página.

o controle claro e escuro também acho um troço complicado que varia de página pra página. e também preferi apagar as margens manualmente justamente por causa disso, pois eliminar o amarelo das paginas automaticamente as vezes esmaece demais as cores da pagina da revista em questão.

Anônimo disse...

@Nano Falcao: Aplicat uns settings a todas as paginas e depois isolar e voltar a aplicar 'as outras/experimentar e desfazer, acaba por dar tanto trabalho como fazer o restauro individualmente...

Como disse anteriormente, aplicar scripts "magicos"(ou a mesma sequencia de accoes) a um conjunto de paginas, nunca e' a melhor opcao. Existem claro excepcoes. Por exemplo se a revista e' a Preto e Branco, entao o processo de restauro fica bem mais facilitado...

Ah, e tenham cuidado com as capas, pois requerem sempre alguma atencao extra-especial para ficarem bonitas :)

Nao penso que o Irfan Viewer seja de todo vocacionado para "restauros"....

Anônimo disse...

Olá Chesco e todos os amigos!

Antes de mais obrigado ao Merlin pelo tutorial de restauro rápido. Faz um uso inteligente do IrfanView, e compreende-se que é uma opção para ajudar e incentivar quem esteja com dificuldade, e só para revistas com determinadas características e muito bem escaneadas.
Claro que não existem muitos atalhos no que diz respeito ao tratamento de scans. Torna-se necessário aprender a usar um bom editor de imagens (Paint Shop Pro, PhotoPaint, Gimp, Photoshop). Ou seja, normalmente não basta mexer em alguns ajustes, é preciso depois usar pincéis, seleções, ferramentas de preenchimento, filtros e por aí fora. Mas começando pelo básico, chega-se lá!
O uso de scripts/ações/ajustes em série é extremamente útil, mas só em pequenos valores e com alguma prática. Os ajustes e retoques finais vão sempre ser feitos depois, página a página, com cuidado e comparando o resultado com o original.
Deixo aqui alguns pontos de partida para quem desejar aprender. São tutoriais em vídeo que encontrei e que esclarecem no geral o uso de qualquer bom software como os que menciono acima. Não se esqueçam também de procurar nos blogues, que têm ainda mais recursos!

- http://www.youtube.com/watch?v=sHrGzDeDwCs
- http://www.youtube.com/watch?v=Ha9GfnClxuU
- http://www.youtube.com/user/blogQP
- http://www.youtube.com/watch?v=gkfR3nmF7E8
- http://www.youtube.com/watch?v=zsWhipcYHao
- http://www.youtube.com/watch?v=_2pL6PMglfc

NOTA: Aos amigos que referem que ao eliminar o amarelado das páginas com Níveis (ponto branco) as cores ficam fracas e algumas desaparecem, basta que não apliquem o "conta-gotas" na área mais amarelada ou avermelhada, e sim numa área um pouco menos manchada. O resto pode limpar-se com um pincel adequado, ou através de preenchimento com branco (uns 25 por cento de tolerância e 40 de transparência, vários cliques, gradualmente) sempre dentro duma seleção para controlar melhor e evitar destruir detalhes da imagem. Com a prática pode-se prevenir a situação, fazendo também pequenos ajustes ao equilíbrio de algumas cores e tons.

Abraços