quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Tio Patinhas n° 434 - Editora Abril

Edição publicada pela Editora Abril em setembro de 2001.O blog tem um comunicado para os leitores.Com a palavra João e Néia:
“ALÔ AMANTES DA NOVA ARTE! GOSTARIA DE SABER A OPINIÃO DE VOCÊS: TENHO CERCA DE 117 SCANS INÉDITOS NA WEB ESPERANDO TRATAMENTO. COMO TANTO EU COMO A NÉIA ESTAMOS COM POUCO TEMPO, PENSEI EM POSTAR ASSIM MESMO, SOMENTE COM A CAPA RESTAURADA. ASSIM COMO ESTE TIO PATINHAS ACIMA. GOSTARIA DA OPINIÃO DE TODOS SE FAÇO ASSIM, OU CONTINUO TRATANDO PRIMEIRO. POR FAVOR OPINEM. VOU FAZER COMO A MAIORIA DOS APRECIADORES DECIDIR. O ‘CHEFÃO’ DONO DO BLOG JÁ CONCORDOU."

AGUARDO MUITOS COMENTÁRIOS” (JOÃO E NÉIA)

17 comentários:

Anônimo disse...

gosto sem restauração...

LELE disse...

Com os gibis mais recentes, como esse Tio Patinhas, a falta de restauro não afeta muito a leitura.
Poderia ser até melhor deixar os mais recentes sem restauro, para que possamos usufruir mais rápido dos quadrinhos. =D

Os mais antigos, como por exemplo os Zé Carioca e Pato Donald antes dos números 1500, tem muito texto e imagens pequenas. Nesses o restauro cairia bem.

Marcos disse...

Acho que deve divulgar sem restauração mesmo, pois dá para ler sem problemas. Além disto, o material não ficará parado, sendo divulgado de forma mais rápida.

Futuramente, alguém poderá achar tempo na rotina diária e melhorar o trabalho, divulgando uma nova versão (com os devidos créditos, é claro).

Mardonio Santos disse...

Sem restauro= mais scans. rsrsrsr. portanto voto sem restauros.
OOOOOOOOBrigadooooo pelo trabalho de todos.

Anônimo disse...

Em que pese a ânsia de ler ou reler as obras que essa fabulosa dupla nos oferece, somos adeptos de restauração completa.
Grato,
Pedro Ricardo

Anônimo disse...

Gosto mais da restauração completa.
Obrigado,
José de Assis

Anônimo disse...

também acho que não é necessário o restauro, o trabalho em scanner está muito bem feito, acompanho o trabalho de vcs, muuuito bom ! Parabéns!

deon777

Anônimo disse...

Uma sugestão é mais pessoas passarem a fazer restauração. Desculpas como "não sei como fazer" não se sustentam mais; é só seguir o roteiro feito pelo Nick em seu blog.
Mais gente restaurando, mais edições compartilhadas.

http://restaurosdonick.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

carai! esse blog que indicou tem um tutorial violento de restauração, muito bom!
mas é par quem tem tempo! mesmo assim vou ler e ver os videos com calma!
nos meus scans antigamente não sabia muita coisa. mas meus últimos scans tenho aprendido que o ideal, de preferência é deixar o scan numa resolução no mínimo decente para se ver e ler.
Eu tenho cuidado mais das capas, o miolo só quando há falhas e e manchas muito feios.
Meu pensamento. FODASE o (ctrl L)e também a MERDA da margem branca!
Tem gente que parece ter TARA por margem branca tanto que lasca um (ctrl L) ou extremo tirando TODAS as cores do HQ.
Ja encontrei HQs que era meu sonho ver, mas com as cores totalmente detonadas.
Algumas cores ficaram bizarras e reflorescente devido aos abusos só pra poder VER BRANCO!
O (ctrl L) deve ser usado com moderação.
quando não é o bendido (ctrl L) alguns usam o balde de tinta do photoshop em (suavizar serrilhado nível máximo) que acaba comendo as linhas dos HQS, porque? PORQUE QUEREM A @#$% DA MARGEM BRANCA.
-Mas deixando minha neura de lado e falando e dando resposta aos amigos (Neia e João)
A única coisa que pediria é que cortem o excesso da margem do vidro do scaner.
Pois o miolo do jeito que esta por mim esta muito bom! alias excelente!
elcio

nunjo silva disse...

Tô na turma do restauro completo. Obrigado!

Cele disse...

Neia e João... Mandem sem restauro mesmo, com o tempo sempre aparece uma boa alma para ajudar, he, he, he,
O trabalho de vocês é magnifico, parabéns...

Abraços

Cele

Rodrigo S J disse...

Os scans estão bem nítidos, e isto é o que mais interessa. Se desse para estar restaurado, melhor, mas acho que assim já cumpre o que mais esperamos, que é poder ter acesso às estórias das revistas dessa época. Acho que é válido a ideia de postar a revista sem tratamento. Obrigado a vocês pela dedicação inestimável!

eustáquio geraldo nardini disse...

sem restauro ,o prazer de ver uma edição original é melhor que alguns restauros que desvirtuam toda a originalidade do gibi.

Anônimo disse...

esta sendo interessante este pedido de ( neia e joao ) a respeito dos scan sem tratamento.
assim da para ter uma ideia dos scans postado nos blog. pois tem que gostam dos scan com tratamento - mesmo que nao seja o ideal ou os outros que nada fazem e ainda criticam os que sao feitos.... O MELHOR E PARAR DE FAZER, POIS SE PERDE HORAS, QUE O DICA OS CALCULOS RENAIS.. E NO FIM O QUE SE GANHA..... COMO FOI O QUE O AMIGO ESCREVEU AHI, A RESPEITO DAS MAGENS E ETC.. ACHO QUE FOI UM POUCO PESADO MAS O QUE FAZER. PARAR EH O MELHOR.....
HELIO

Anônimo disse...

acho que a sensação da revista original é perdida quando se restaura as cores. Concordo com o amigo que comentou sobre a obsessão em deixar as margens brancas. O papel de revistas antigas é tão amarelado que já se incorporou às cores da revista. Ao tentar tirar o amarelo as outras cores ficam prejudicadas.

Anônimo disse...

Gostei como esta.

Se o gibi esta em bom estado, nao precisa restaurar.

Obrigado,


Ayres, do blog, mundoquadrinhos

Ilvo Bavaresco disse...

Primeiramente,parabéns pelo seu tempo,dedicação e trabalho.os scans mesmo sem restauro estão exelentes,acho q não precisam de tratamento.