quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Assaltantes levam Gibis Raros do maior Colecionador de Quadrinhos do Brasil...

Três homens armados entraram no dia 16 em um sobrado na Vila Alexandria, nas imediações do Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, e saíram de lá com cerca de 7 mil revistas de histórias em quadrinhos.Foram levados cerca de 200 primeiros exemplares de revistas dos anos 1930 e 1940, como O Lobinho e O Gibi, um lote cujo valor poderia ser estimado em R$ 300 mil - caso existissem no mercado, o que não é o caso.No sobrado fica o escritório e reserva técnica do maior colecionador de histórias em quadrinhos do País, Antonio José da Silva, o Tom Zé, de 63 anos, que tem mais de 200 mil revistas. Ele coleciona gibis há mais de 40 anos, e seu acervo tem sido uma valiosa fonte de informação para historiadores, pesquisadores e jornalistas. O colecionador mantém o acervo com seus próprios recursos.Tom Zé tinha acabado de chegar do almoço, às 14h15, quando os homens tocaram sua campainha naquela quarta-feira. Após renderem o colecionador e os dois funcionários que trabalham no sobrado, os homens mandaram que eles ficassem de costas e que não olhassem para seus rostos. Em seguida, começaram a colheita, escolhendo as revistas criteriosamente (todas estavam plastificadas) e jogando-as em sacos de lixo, que carregaram para fora, até uma Kombi estacionada.
"Foram direto nos mais valiosos. Quem roubou certamente já esteve no meu acervo. Não tem para quem vender, deve ter sido encomendado por um colecionador", disse Tom Zé, que não tinha seguro do material.
É muito difícil de avaliar - recentemente, uma edição rara da revista Detective Comics foi vendida nos Estados Unidos por mais de US$ 1 milhão. "Não consegui fazer seguro. Eu fui até os bancos, mas eles não conseguem fazer uma estimativa, sempre me disseram: mas que valor tem isso daí? O que mais me chateia é que levaram a nata dos meus quadrinhos", afirma.
As publicações nacionais levadas pelos ladrões são as que têm maior valor histórico, segundo o colecionador. Ele acredita que alguns itens que levaram, como um lote de revistas Pato Donald da editora Abril, foi apenas para despistar. "Não têm muito valor, tentaram dar uma despistada. Mas levaram o cerne da coleção", disse. Por exemplo: além de ensacar os 159 exemplares da revista O Lobinho, a mais difícil da coleção, os assaltantes ainda se deram ao trabalho de levar também as reproduções que o colecionador mantinha dessas publicações.
FONTE:Estadão.com.br
Agradecimenntos ao Nano Falcão pela dica.

39 comentários:

Anônimo disse...

pois é, ele devia ter escaneado...

Anônimo disse...

Complicado.
Na verdade todos os gibis antigos do Brasil merece ser digitalizado este é o Brasil sem memoria...Cultura aqui é só futebol e Show..recentemente foram disponibilizados pelo ministerio da cultura (Lei Rouanet) 5 milhões para certa cantora..4,5 milhoes para banda sertanejos...para eles gibi não é cultura.

Patomite

Anônimo disse...

E infelizmente, não vamos esquecer dos milhões para o desfile em Paris...

+PalBR

nunjo silva disse...

Deprimente.

Wagner Alfradique disse...

Brasil, esse país escroto...

Anônimo disse...

Muito triste. Alguém sabe o valor, mas não tem amor. Se tivesse não faria isso. Deve ter sido roubo encomendado mesmo. Será que alguém pode ser feliz assim?
João Carlos

Nano Falcão disse...

Quem ordenou isso conhece de quadrinhos, pois o bandido comum, como a maioria da população, não é de dar valor aos quadrinhos.

Se bem que tava demorando. Nos EUA já ouvi falar de pelo menos de dois grandes roubos de coleções milionárias. Um desses roubos, aliás, da coleção do ator NICHOLAS CAGE, vai virar filme até.

lucy disse...

Torcer para que a polícia faça seu trabalho e encontre os responsáveis.

Mas gostaria de dizer que esta é uma ação de pessoas... portanto, chamar o país de escroto é, no mínimo, indelicado... há pessoas que fizeram e farão o mesmo em diferentes países.
Chamar o próprio país de escroto é chamar a si mesmo do mesmo... lamentável...

Anônimo disse...

O governo selecionou custear esses milhões porque apresentaram projeto pra isso. O dono da coleção apresentou?

Nano Falcão disse...

Concordo com a Lucy. Como eu comentei já aconteceu esse tipo de roubo nos EUA. Infelizmente gente escrota existe em qualquer lugar do mundo.

Anônimo disse...

as revistas roubadas são só um monte de papel-jornal, mas esses caras (os colecionadores) sempre acham que tem um tesouro nas mãos...

JOTARANHA disse...

Somente papel jornal...esse Anônimo ai parece ser feito de merda.
Não sabe, não critica.

Jotaranha

Patomite disse...

O governo selecionou custear esses milhões porque apresentaram projeto pra isso. O dono da coleção apresentou?*

Em especial o colecionador citado não, mas conheço digitalizadores que apresentaram este projeto e ate o momento esta negado, eu mesmo ofereci o projeto de modo a comprar edições que como citado são Caríssimas! E o governo e ministério da cultura poderia bancar isto. Aqui no Brasil temos diversos desenhistas esquecidos.

Jorge disse...

Que tristeza...

Anônimo disse...

eu tô com muito ódio de mim mesmo por não ter guardado as revistas que eu li na infância. Eu estaria rico agora!

Nãonada disse...

Vai ser muito fácil investigar este caso policial.
É só descobrir qual é o colecionador de quadrinhos que não está saindo de casa.
Sim, porque vai demorar para ler sete mil revistas!

Wagner Alfradique disse...

Infelizmente Lucy e Nano não sabem interpretar texto, quiçá uma simples frase de desabafo! “País escroto” sim, por não saber dar o devido valor à sua própria cultura, não saber valorizar (e calcular) uma coleção deste porte (mas com certeza as coleções dos gringos estavam com seguro, garanto!), e por saber que a nossa polícia repressiva (mas nem um pouco investigativa) não fará coisa alguma acerca do caso...

Nano Falcão disse...

Sei interpretar texto muito bem, Wagner, e discordo dessa sua opinião "país escroto", se é tão escroto, porque não migra? Se os outros países são tão bons, porque não vai morar lá?

Essa mentalidade de "país escroto" é herança do Brasil colônia que perdura até os dias de hoje. Os portugueses vinham pra cá só pra explorar, sonhavam em ficar ricos e se mandar daqui pra nunca mais voltar. Até o século XIX não tinhamos universidades, os filhos dos ricos estudavam na Europa, lá sim era lugar de "gente civilizada".

Os portugas destestavam nosso clima, os indios, os próprios negros que traziam para cá (em Portugal a escravidão era mais rara, mas na colônia podia tudo), além do choque cultural de civilizações que aqui acontecia.

As elites declararam a "independencia", mas a mentalidade colonizada continuou. Continuaram odiando tudo que não fosse "branco e europeu".

Não, aqui não é o paraíso, mas todos os países tem problemas, e o nosso não é diferente. Mas você não vê um norte-americano dizendo "que país de bosta" apesar de mandarem seus jovens morrerem em guerras para roubarem recursos naturais de outras nações, do estado deplorável que se encontra a economia deles atualmente, da violência tão grande quanto aqui no Brasil, onde o armamento da população só gerou mais violência, como quem acompanha as notícias bem o sabe.

E tudo porque o banco não sabia avaliar os gibis do cara? É uma questão cultural sim, mas até pouco tempo atrás o brasileiro não tinha grana pra comprar o superfluo, pra ter um mercado de gibis usados como nós temos hoje em dia. O simples fato de termos ladrões de revistas em quadrinhos, mostra que a bandidagem "tá subindo o nível" pra citar um amigo meu no facebook.

Ladrão de gibis já tem nos EUA. Tamos ficando "chiques", hein. E antes de dizer que a polícia não resolverá o caso, é melhor esperar um pouco pra não queimar a língua. Também tenho críticas a polícia, mas como repórter que já trabalhou na área policial, vi diversos casos serem resolvidos relativamente rápido. Só há título de comparação A POLÍCIA NORTE-AMERICANA NUNCA PEGOU os ladrões da coleção milionária do Nicholas Cage. E isso que ele era uma celebridade. Mas isso não faz dos EUA um "país de bosta", né? Afinal fica no hemisfério norte, são "brancos e civilizados".

Wagner Alfradique disse...

Nossa, camarada, será que toquei num nervo exposto? Todo país tem suas mazelas e problemas, incluindo os EUA, o que não me impede de achar que também são um país de bosta em vários sentidos e de também ter uma opinião diferente da sua (respeito as opiniões diferentes da minha, por que não faz o mesmo?)! Acho que quem está sendo “colonizado” é você, já que nem posta sua cara no blog e sim o de um avatar... De personagem norte-americano! Abs!

Nano Falcão disse...

sim, um personagem que é um negro que se tornou um vigilante porque AS AUTORIDADES NORTE-AMERICANAS BRANCAS faziam vista grossa contra crimes e abusos cometidos contra os negros. O avatar tem razão de ser. Podia ser Malcom X ou Zumbi dos Palmares ali. Mas esse é um blog de quadrinhos, e eu participo da comunidade dos quadrinhos para me DIVERTIR, por isso uso o AVATAR associado a essa mídia. Ser aberto a OUTRAS culturas é ser universal, não colonizado. Ser nacionalista não equivale a ser xenófobo. O problema dos radicais é que eles só conseguem enxergar os extremos, ninguém nunca é sensato, ninguém nunca tem meio-termo.

Mas esse é seu melhor argumento? Tentar desqualificar a mensagem desqualificando o autor? É a velha falácia "argumentum ad hominem" tão comum na internet, infelizmente. Ninguém debate idéias, só debatem pessoas.

Wagner Alfradique disse...

“A verdadeira coragem consiste, apenas, em não nos importarmos com a opinião dos outros. Mas como custa!”
Mario Quintana

Anônimo disse...

"se é tão escroto, porque não migra? Se os outros países são tão bons, porque não vai morar lá? "

Eu adoraria sair fora desta LATRINA!! Mas pensa que os outros países aceitam qualquer um, como acontece aqui? Pra morar num país DECENTE e CIVILIZADO (Canadá, Suécia, Noruega, etc) vc tem que passar por processo de avaliação, ter condição financeira...

E isto aqui é um PAÍS DE BOSTA, sim. Tem muito "brasileirinho" (no diminutivo mesmo) que bate no peito pra se dizer orgulhoso desta latrina, que critica os políticos, que faz mimimi nas ruas, mas quando tem uma oportunidade de furar a fila no banco, estacionar numa vaga preferencial (sem ter direito a ela), escapar de uma multa de modo ilegal, não perde a oportunidade!!

Um dia irei embora embora desta LATRINA sim, mas de modo LEGAL.

Anônimo disse...

O que acho mais legal é que nos tres paises por voce citados todos são governados por partidos socialistas de esquerda. a mesma coisa que aqui, qua qua qua.

coxinhas brasileiros são ridiculos!

Afonso Sampaio disse...

Que eu saiba o Canadá tem uma política acessível de migração. Tenho mais de um amigo morando lá. Mas de fato é de se pensar se esse não é mesmo um país de bosta com TANTOS BRASILEIROS DE BOSTA que pensam em se mandar ao invés de consertar as coisas por aqui. Mas eu também teria vergonha de colocar o meu nome por aqui se fosse pra me apresentar como um covarde que xinga o seu país. A bosta quem faz somos nós. Se é uma bosta é porque nós somos uns bostas. Principalmente os fujões.

Anônimo disse...

Patomite,

Talvez o problema tenha sido envolver comprar os gibis, mas se fosse digitalizar os de alguma coleção já existente... ou outros motivos legais, tipo de jogar tudo na web irrestritamente...

Sei que existem cursos pra conseguir ter financiamento aprovado na Rouanet e similares (é, está em nível de vestibular isso já), apesar de nunca ter feito nenhum até hoje.

Fiquei interessado nisso... se quiser tentar de novo e ver se eu consigo ajudar em algo, me escreve pro dudledudledudle ARROBA gmail PONTO com. Esse é meu e-mail de scannero, mas conforme for a gente a partir dele pode se falar no meu "real" mesmo.

Anônimo disse...

E desde quando o "nosso governo" é socialista de esquerda??? Com essa politica lambe-saco de banqueiros e mega-empresarios?? Socialista de esquerda??? Esse governo é o de maior inclinaçao para a direita que nós tivemos nos ultimos anos!! QUA QUA QUA pra voce!!!

E eu quero me mandar pra fora daqui porque NÃO QUERO CONSERTAR O QUE ESTÁ PODRE ATÉ A RAIZ!! Aprendam uma coisa, crianças: isto aqui NÃO TEM CONSERTO!!! Isto aqui é igual uma casa velha: enquanto vcs querem remendar aqui e ali, EU QUERO DEMOLIR E FAZER UMA NOVA.

Só que os brasileirinhos de BOSTA acham que remendar e remendar é a solução... Pois que fiquem com seus remendos!!!

Eu xingo o seu país (seu, sim, porque isto aqui nao tem nada meu) porque TENHO ESSE DIREITO. Enquanto os ladroes corruptos eleitos POR VOCES (eu não voto em ninguem porque nao voto em ladrao, não sou conivente com ladrao, como vcs que votam como cordeiros) usarem o meu dinheiro dos impostos, eu falo mal de quem eu quiser. Pode fazer beicinho e mimimi, EU TENHO ESSE DIREITO!!

Prefiro fugir e nao atrapalhar, do que ficar e ajudar a eleger ladrao.

Quem é mais util pro pais, hein? Aquele que vai embora e nao atrapalha ou aquele que fica e ajuda a ferrar com tudo?

TOUCHÉ!!!

Adriano de Souza disse...

Patomite, sei que pelo menos a Gibiteca de Manuas tem financiamento público, tanto do governo estadual quanto já recebeu dinheiro da prefeitura. Acredito que as outras Gibitecas tenham parcerias similares.

No caso do empresário assaltado, ele foi apenas um individuo abnegado - e que merece aplausos - que decidiu por conta própria fazer essa coleção. O que eu faria também se tivesse a grana que ele tem, rsrs. Sua coleção não era exatamente aberta ao público, mas aos jornalistas, pesquisadores e amigos colecionadores de quadrinhos que ele conhecia.

Sobre a Lei Roaunet tem uma amiga minha que conseguiu financiar um livro pelo projeto. A questão me parece realmente correr atrás. Tem que elaborar um projeto tendo dos critérios exigidos pelo Ministério da Cultura (as regras estão no site do MiC), convencendo principalmente das relevancias culturais e sociais do projeto. Depois é enviado par ao ministério - pode até ser por correio - se for aprovado, você fica habilitado a arrecadar fundos através da lei Roaunet, que naõ se trata de ganhar dinheiro do governo, pelo menos não diretamente, mas que os empresários que apoiem sua empreitada vão ter aquilo descontado do imposto de renda.

Afonso Sampaio disse...

Se você acha que não existe político ladrão nem corrupção nos outros países do mundo prepare-se para grande surpresa. Você se acha um cara indignado e "consciente", mas não passa de um ingênuo anônimo. Como dizia a minha avó, "a grama do vizinho sempre é mais verde".

Fabiano Muniz disse...

Fica aqui imaginando se quando roubam alguma coleção de gibis nos EUA como a do Nickolas Cage isso resulta numa discussão política e sociológia, uahahahahahahahahahah.

Anônimo disse...

Em todos os países tem politicos ladroes e corrupçao. Até na Suécia. Mas aqui eles nascem e se reproduzem numa velocidade espantosa... o problema não é "ter corruptos aqui e não na Suécia". A questão é "ter milhoes aqui e dezenas na Suécia", entendeu?

O problema é a quantidade e a proporção em relação à população.

Anônimo disse...

"Fica aqui imaginando se quando roubam alguma coleção de gibis nos EUA como a do Nickolas Cage isso resulta numa discussão política e sociológia, uahahahahahahahahahah."

É bem curioso isso... rsrsrsrs. O problema é que aqui as pessoas estão num grau de inconformismo tão grande, tão ávidas por mudanças, que até mesmo num post falando sobre as receitas da Palmirinha é capaz de aparecer alguém falando mal do governo!!

O povo brasileiro já está tão cansado de ser roubado e enganado que qualquer brecha já acaba levando a discussão pro nível político/social.

Eu, particularmente, acho que estamos próximos do fim, O Brasil como o conhecemos vai ter que mudar.

Anônimo disse...

E mudar pra que? Digo, que há corrupção no governo todo mundo sabe. Mas o pior são as opções: ou o PSDB que é tão sujo quanto o PT, só que de direita; ou a Marina, que considera pior, pois é apoiada pela Globo, Bancos (Itaú e Unibanco, pra quem não sabe os Bornhausens são os donos, por isso foram pro PSB), latifundiários como o Ronaldo Caiado (aí a mulher posa de defensora ambiental e se junta com os caras que votaram contra o código florestal?) e o pior de tudo, os pastores picaretas, ela e o Marcos Feliciano já andaram trocando elogios - afinal Marina é evangélica. Ela é contra pesquisa de células tronco, contra o ensino do evolucionismo nas escolas, e vai saber do que mais. Se o PSDB ganhar acho que fica tudo na mesma, só muda o nome dos ladrões. Mas se a Marina ganhar acho que voltamos pra idade média, não duvidem de fazerem fogueiras pra queimarem nossos gibizinhos...

Nessas horas entendo os americanos que preferem não votar, pois muitas vezes as opções que tem são como as nossas: o sujo (PSDB) falando do rasgado (PT), e os aventureiros oportunistas (Collors, Marinas, na história brasileira de vez em quando aparece um, a diferença é que nos EUA gente como o Perot não ganha eleição, mas aqui...).

Afonso Sampaio disse...

O problema é que o brasileiro não é politizado, mata aula na escola de História, de filosofia, de sociologia, depois fica posando de consciente na internet. Cola prova, copia trabalho, não aprende nada na escola, e se acha dono da verdade e "formador de opinião".

Daí é vítima de lideranças populistas seja de esquerda (Lula) seja de direita (Marina), tudo farinha do mesmo saco. Líderes messiânicos que os brasileiros acreditam que vão resolver todos os seus problemas, pois a grande verdade é que o brasileiro só fica indignado, só acha errado, mas não faz a menor idéia de como resolver.

Tem que ter esses "iluminados" a quem vamos confiar nossas esperanças para que, por "iluminação divina", tragam a solução. Não somos capazes de acreditar em nós mesmos e não queremos nem a responsabilidade da democracia que é aprender como funciona o sistema de governo nem acompanhar a vida de nossos políticos. A gente só quer direitos, tipo todos os serviços publicos gratuitos e de qualidade, mas pagar imposto a gente não quer. Ou é uma coisa ou outra, as duas não existem. A carga tributária da citada Suécia, Canada e Noruega é até maior do que a do Brasil (pesquisem no Google). Claro que os serviços publicos são de excelencia, só estou alertando que ISSO TEM UM PREÇO.

Se entendessemos de política saberíamos que presidentes não são a solução, e sempre acabam se tornando parte do problema. O país é governador por três poderes (é bom repetir pra quem passou pela escola sem prestar atenção): executivo, legislativo e judiciário.

Temos 513 deputados e 72 senadores que detém o poder de fazer as leis, de aprovar ou mudar os orçamentos propostos pelo presidente, de aprovar ou rejeitar as propostas do presidente (era pra ser 100% do dinheiro do pré-sal ir pra educação, o congresso mudou para 70%), e quem elege essa turma somos NÓS. Mas não prestamos atenção em que nosso deputado ou senador anda fazendo, muitas vezes nem lembramos que votamos neles.

Daí que todo presidente desde a queda do Collor viu que sem o congresso não governa, e é obrigado a fazer acordo espurio. Afinal caras como o Sarney e o Renan Calheiros mandam desde sempre no congresso, tem apoio dos deputados e senadores. Por isso apoiaram o governo do FHC, do Lula, da Dilma, e vão apoiar o governo da Marina, não tenham duvida disso, pois presidente precisa do congresso pra governar, senão cai igual o Collor, e Sarney e Calheiros mandam no Congresso. E como citado, ela não tem problema pra fazer acordo com gente espuria, vide Bornhausens, Caiados e Demócrito Torres, pra citar alguns.

Não existe virgem na zona, meus caros. Se tá na política, é pra se enlamear mesmo. Vamos deixar de ser ingênuos e começar a pensar em formas de mudar o sistema, porque só mudar as pessoas não funciona.

nunjo silva disse...

Voltemos aos quadrinhos ou...!!!

Anônimo disse...

Pensei que era post sobre o roubo dos quadrinhos.

Anônimo disse...

Tivesse scaneado, hoje tinha pra ler...

Anônimo disse...

Se alguém tiver o contato do Patomite, dá um toque pra ele ler o meu comentário de 26 de outubro de 2013 11:01 e o do Adriano de Souza de 26 de outubro de 2013 14:47.

Duvido que ele vá achar esses posts no meio de tanto barraco off-topic =\

Patomite disse...

Fiquei Grato "Dudle" e Adriano
Preciso me informar melhor sobre esses projetos

Anônimo disse...

viva a sociedade alternativa.